Os vencedores do concurso dos presépios

   
Os alunos Ana Sofia Alves (5A), Guilherme Agra (5C) e Leonor Monteiro (5I) da escola Bernardino Machado foram os vencedores do Concurso de Presépios do ano letivo 2020/2021. Os alunos vencedores receberam das mãos do Diretor do Agrupamento, Prof. Alfredo Mendes, um livro como prémio.
A Direção da Escola e o grupo de EMRC felicitam os alunos e suas famílias pela criatividade e disponibilidade na participação do concurso de presépios. O júri, composto por diversos professores do agrupamento, tiveram a difícil tarefa de escolher os 3 melhores presépios visto a qualidade de todos os trabalhos apresentados a concurso.
A representação do presépio serve para contar a história bíblica do nascimento de Jesus Cristo. Mas estas representações só se iniciaram, ou melhor, só se tornaram tradição a partir do séc. XIII, quando S. Francisco de Assis na noite de Natal, após autorização prévia do Papa Honório III, resolveu fazer um presépio ao vivo em Gréccio.
Calcula-se que a primeira representação iconografia do presépio date por volta do ano 380. Foi descoberta em Roma, nas catacumbas de S. Sebastião, a decorar uma das paredes de uma sala mortuária de uma família cristã.
Certo é, que depois da “ousadia” de S. Francisco de Assis, tornou-se habitual realizar essa representação. Desde o século XV que existem documentos alusivos aos presépios portugueses. Portugal, nomeadamente a partir do século XVIII, tornou-se um dos expoente na representação dos presépios, o século de ouro dos presépios portugueses, com alto valor artístico como os de Machado de Castro, António Ferreira e Diogo Macedo. Em diversos museus como o Museu Nacional de Arte Antiga de Lisboa, Museu Grão Vasco em Viseu entre outros, ainda podemos admirar os presépios esculpidos por António Ferreira e Machado de Castro. Um dos presépios de Machado de Castro pode ser visto na Igreja de Santa Cruz em Braga.
Os professores de EMRC agradecem uma vez mais a todos os alunos e seus famílias os excelentes presépios que realizaram. Muito obrigado.
O grupo de EMRC 
Lurdes Barroso 
Filipe Pereira
                                                                                                    
     
     
     
     
  
 
 

 


Email