Concurso “Mantém-te ao leme!”

O Concurso Nacional Juvenil: Artes, Ciências e Letras pela Saúde “Mantém-te ao leme!”, numa iniciativa da Task Force das Ciências Comportamentais, teve como objetivo que crianças, jovens, docentes e outros profissionais e agentes educativos se envolvessem num diálogo sobre as vivências da pandemia e os modos inovadores de lhe resistir e de a ultrapassar.

Um júri nacional avaliou mais de duas centenas de trabalhos e atribuiu distinções a dois projetos, criados por alunos do AEPBS, no âmbito de Cidadania e Desenvolvimento: o concurso literário “Eu e pandemia” e o projeto “Mens sana in corpore sano”. Transcrevem-se as apresentações dos dois projetos distinguidos:

“Muitas vezes a escrita, para além de ser uma forma de comunicar e exprimir sensações, experiências e emoções, é também uma forma de libertação: libertação de medos, de stress, de angústias e até de frustrações. Por isso, a escrita pode ser uma aliada poderosa para a manutenção do nosso equilíbrio emocional e da nossa saúde mental.  Este equilíbrio foi posto à prova durante a pandemia, como forma de ultrapassar os limites que esta doença nos impôs e expandir a nossa liberdade, os alunos do 12º E organizaram um concurso literário Eu e pandemia, que alia a escrita à saúde mental. O poema Gaiola Dourada foi o texto vencedor.”

Mens sana in corpore sano é, como todos sabemos, uma máxima muito repetida, mas nem sempre sentida. A preocupação com a saúde física é muito maior do que com a saúde mental, o corpo é a parte visível, o espaço em que a saúde ou a sua ausência se manifesta, no entanto, esta é muitas vezes do foro emocional, psicológico, ou seja, mental.

Neste último ano a pandemia (COVID19) veio agudizar os problemas do foro mental e mostrar o quanto esta pode ser impeditiva de uma vida normal. Os jovens têm manifestado uma grande preocupação com a falta de conhecimento e a desvalorização deste problema que afeta cada vez um maior número de pessoas. Por isso, os alunos do 12º G aliaram o desporto e a tradição para dar mais visibilidade à importância da saúde mental. Desenharam, deram cor e vida às palavras e recuperaram os jogos tradicionais típicos da infância dos seus pais e avós; mostraram assim que a atividade física pode ser um espaço salutar de interação, socialização e bem-estar físico e mental.

Desta atividade resultou um pequeno vídeo onde se evidencia a importância desta natural relação entre o corpo e a mente – corpo são e mente sã ou vice-versa.”

 

leme

Missão

O Agrupamento de Escolas de Padre Benjamim Salgado ambiciona contribuir para impulsionar um modelo pedagógico ajustado às necessidades e interesses dos seus alunos, sendo capaz de responder aos anseios da comunidade envolvente e às exigências do mundo atual e, assim, preparar e qualificar os seus alunos para ingressarem na vida ativa ou para prosseguirem os seus estudos, munindo-os de capacidades que garantam a sua empregabilidade e a aprendizagem ao longo da vida.

Visão

O Agrupamento de Escolas de Padre Benjamim Salgado trabalhará para ser reconhecido como organização de referência nas relações com a comunidade onde se insere, no combate ao insucesso e ao abandono escolar e na promoção de uma cultura de esforço e exigência, de valores e de princípios de justiça, igualdade, transparência, respeito pela diferença e solidariedade.